Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Podia Acabar o Mundo - Eduardo morre, Rodrigo e Vera ficam juntos

por SIC - Blog, em 02.07.09

Manel do tractor, movido pelos remorsos por ter provocado o acidente que quase matou João, insiste com Gabriel para falar com Rodrigo. Geraldo observa à distância a chegada do inesperado visitante e entra em pânico, procurando Eduardo em busca de socorro.
Maria de Jesus abraça Tonino, emocionada com o reencontro de Máquina com a mulher e o filho.
Perante Geraldo, Eduardo não mostra o medo com que fica e diz que vai resolver a questão com Manel do tractor.
Nos campos, Rodrigo, alheio à situação, sensibiliza os trabalhadores para que continuem a tratar da quinta.
Eduardo com a ajuda de Silveira sequestra Manel do tractor e acaba por assassiná-lo no campo onde costuma livrar-se dos inimigos. Geraldo assiste a tudo e quando os criminosos deixam o local corre a abraçar o corpo de Manel, pedindo perdão. Rodrigo e Gabriel, já chegados a casa estranham a ausência de Manel do tractor mas percebem alguns sinais de luta.
Marta compromete-se com Rogério a denunciar Eduardo, disposta a contar à polícia tudo o que sabe.
João pede a Vera que vá falar com Rodrigo uma última vez, pois sente que os pais ainda podem ficar juntos. João esforça-se por evitar o casamento de Rodrigo com Vitória.
Maria de Jesus está impossível de aturar por perceber que Cláudia está a contar a Sónia que Máquina recuperou a família.
Geraldo em desespero e com uma conversa que faz pouco sentido conta a Rodrigo que Eduardo matou Manel do tractor. Rodrigo perde a cabeça e vai de pistola em punho à procura de Eduardo. Tenta matá-lo mas Silveira impede-o no último momento repetindo a sova que lhe havia dado. Eduardo tira partido da situação matando Silveira para incriminar Rodrigo, apontando-lhe a arma de seguida com o intuito de o liquidar também. Vera entra na sala e acaba por receber o tiro que era para Rodrigo.
Rogério e António seguem o carro da brigada da polícia judiciária que, chefiada pelo inspector Cerdeira, vai à Quinta do Paço para prender Eduardo, depois das denúncias efectuadas por Marta.
Nesse instante, Vera esvai-se em sangue depois de levar o tiro que Eduardo destinara a Rodrigo. Este sente-se impotente para a socorrer, enquanto Eduardo decide deixá-lo viver para que sofra com a morte de Vera, que já está inconsciente.
Ao sair da casa grande, Eduardo obriga Jeremias sob a ameaça de uma pistola a transportá-lo escondido no carro da quinta, iludindo os agentes policiais que acabam de chegar. Geraldo, Joana e Vitória estão aflitos com a violência que Eduardo deixa atrás de si, enquanto Rodrigo, muito debilitado pela tareia que apanhou, consegue sair de casa pedindo socorro para salvar a vida de Vera.
Rogério e António parados na beira da estrada quase são atropelados por Jeremias que é obrigado a acelerar, insultado e ameaçado de morte por Eduardo. Mais á frente, Eduardo manda que Jeremias saia do carro, poupando-lhe a vida e desaparecendo a alta velocidade.
Vera sobrevive, após longas horas submetida a uma intervenção cirúrgica. Cláudia anuncia a boa notícia, enquanto Rodrigo pode finalmente ceder ao cansaço.
Na manhã seguinte, a polícia retira os explosivos com que Eduardo tinha armadilhado a casa grande. Geraldo, Gabriel e Jeremias pensam na tragédia que podia ter ocorrido.
A prova de amor que Vera deu a Rodrigo, ao apanhar o tiro que lhe era destinado, faz com que Vitória desista de casar com ele. Num clima de grande emoção, Vitória comunica essa decisão a Vera que não contém as lágrimas.

Vitória desiste da casar com Rodrigo, empurrando-o para os braços de Vera e dizendo que a partir de agora vai entregar-se por inteiro ao Skysurf. É Joana que consola Vitória quando esta finalmente pode chorar. Rodrigo e Vera beijam-se apaixonados no quarto do hospital, reconhecendo que sempre se amaram. A felicidade fica completa quando contam a João que decidiram voltar a casar.
Vitória esquece a paixão por Rodrigo e soma triunfos no Skysurf. Rodrigo e João festejam mais um primeiro lugar e partilham a notícia com Vera. Esta fica duplamente feliz porque é convidada por António e Rita para sua madrinha de casamento.
Vera está agora à frente do escritório de advogados rebaptizado com o nome de Botelho e Associados. Rogério regressou e Raimundo foi contratado.
Albertina não larga Inês que está quase a ter o filho que resulta do casamento com Raimundo.
Rogério e Vera questionam-se sobre o paradeiro de Eduardo.
Catarina diz a Vera que descobriu provas que Emídio foi juntando ao longo do tempo e que podem ajudar a pôr Eduardo na cadeia.
Este, fugido da justiça prepara o regresso a Portugal para consumar as suas vinganças, sem perceber que é observado de longe por Laura.
Rogério conseguiu transformar a pena de prisão efectiva de Luísa numa pena suspensa e parte com ela para Angola para visitar os pais e a irmã. Rogério dá mais uma prova de amor a Luísa pedindo-a em casamento e assumindo o bebe que nasceu da relação com Emídio, assassinado por Eduardo.
Cláudia e Sónia partem para a Holanda onde vão casar. Maria de Jesus recusa-se a assistir ao casamento, para tristeza de Sónia.
Catarina comenta com Vera o fim da carreira de Marta que, depois de ter denunciado Eduardo, foi expulsa da Ordem dos Advogados. Agora só lhe resta ser caixa no supermercado dos pais.
Rui, eleito presidente da câmara, conta a Rodrigo que conseguiu que a linha do TGV não corte as terras da Quinta do Paço.
Rui é surpreendido com mais uma ideia bizarra de Geraldo que anuncia o desejo de se candidatar a presidente da República.
Hélder encontra finalmente a mulher da sua vida e beija Ana Isabel com paixão.
A filha de Inês e Raimundo nasce. Vai ter o nome da avó materna, Joana. Albertina, sem rancor, concorda que é mais bonito que o seu. No mesmo dia festeja-se o aniversário de João, impaciente porque Vera nunca mais chega para a festa.
Alexandra espera um filho de Gabriel e vive uma felicidade imensa quando este lhe devolve os outros dois filhos que havia deixado na Ucrânia.
Catarina diz a Rui que espera o primeiro filho de ambos.
João é surpreendido pela chegada de Vera á sua festa de aniversário e com a prenda que ela e Rodrigo lhe dão, nem mais nem menos que um cavalo.
Quando saem de casa para ver o animal, Eduardo surge do nada e segura João pelas costas, encostando-lhe uma pistola à cabeça. Rodrigo oferece-se para morrer no lugar do filho, mas Eduardo quer fazê-lo sofrer, assistindo à morte do filho. Vera está desesperada e Vitória, que entretanto chegara, não tem coragem para disparar a pistola que traz consigo.

Laura, que há muito seguia os passos de Eduardo, não esquece a forma brutal como ele assassinou Emídio e atira sobre o filho mais velho, que solta uma última gargalhada antes de morrer.
A paz é enfim devolvida à família Álvares e à Quinta do Paço chega mais um herdeiro, o segundo filho de Vera e Rodrigo. João festeja a chegada do irmão e Joana tira a fotografia para a posteridade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:45



Mais sobre mim

foto do autor



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2009

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031




Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2008
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2007
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D