Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Manuela Moura Guedes: “É uma pena não estar no activo”

por SIC - Blog, em 14.05.11

Manuela Moura Guedes lamenta não estar "a fazer jornalismo agora", mas o programa que criou para a SIC, ‘Rede Social’, acabou por ser adiado devido às eleições antecipadas e não por "quaisquer tipo de exigências minhas", garante. A estreia do espaço de informação, que terá coordenação de Carlos Rodrigues, subdirector de Informação da estação de Carnaxide, está agendada para Setembro.

"É uma pena não poder estar no activo neste momento, a mostrar o País aos portugueses. Agora é que o ‘Jornal de 6ª’ devia estar no ar, porque o tempo veio provar que não fazia uma campanha negra, mas retratava uma situação real e negra", recorda a jornalista ao Correio da Manhã.

A jornalista diz ainda que a actual Informação da TVI "não traduz a realidade do País". Por outro lado, considera que a RTP "ficou mais liberta com a saída da dupla [José Alberto Carvalho e Judite de Sousa]".

"O ‘Jornal das 8’ tenta ser um clone da RTP. Fazer uma Informação institucional num canal privado é um erro", diz. E acrescenta: "Parece que retrocedeu. Utiliza os cenários novos, operações de cosmética, mas no conteúdo é uma Informação velha."

E as críticas da jornalista vão mais longe: "Dói-me, confesso, ver que o esforço de dez anos de muitas pessoas, para fazer aquela empresa falida dar lucro, estar assim. Mas custa ainda mais, acho vergonhoso e lamentável, que o mesmo empresário [Pais do Amaral] que teve lucros fantásticos com a venda do produto, que agora comprou, diga mal do esforço de gente que lhe deu muito dinheiro. Só se percebe pela conjuntura política."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:30

Entrevista de Joana Santos ao CM

por SIC - Blog, em 14.05.11

Actriz está feliz com o protagonismo que ganhou na SIC, mas garante que ainda não tem projectos para entrar em novos formatos do canal. Um papel cómico, diz, seria bem-vindo.

Que balanço faz de ‘Laços de Sangue'?

Extremamente positivo, porque a novela atingiu um pico de audiências que ninguém estava à espera. Foi sempre uma grande aposta da SIC, quer a novela quer a minha personagem e, até agora, é estrondoso, nem eu estava à espera de tanto reconhecimento do público.

Como é a relação com a Diana Chaves e o Diogo Morgado?

Excelente. Já tinha trabalhado com ambos e reencontrá-los foi óptimo. O Diogo ajuda-me imenso, dá-me bastantes dicas, somos muito amigos. Também gosto imenso da Diana [Chaves]. Somos o trio amoroso da novela e damo-nos os três muito bem.

A Diana já teve relações com vários personagens masculinos. Como é que se prepara para essas cenas?

Não há, sinceramente, uma grande preparação. Na altura, é concentração e dedicar-me àquela cena. São sempre muito bem trabalhadas. Se a Diana estiver na cama é óbvio que não estou nua. Fico mais nervosa, sim, porque quero fazer bem a cena, mas levo descontraidamente. Comparo um beijo a uma estalada. Sou actriz, vou ter de o fazer.

Que final quer para a Diana?

Não quero que morra, mas gostava que acabasse num manicómio a assumir a identidade da irmã. Ou um final feliz, que fugisse do país, milionária, e começasse a fazer maldades noutro sítio.

Surpreender o público é importante?

Sim. Temos de dar o exemplo e os maus têm de ter um final mau, mas defendo sempre a minha personagem e para mim ela acabava bem.

Este é o seu quinto papel e é já a protagonista. É o papel que marca a carreira?

É, sem dúvida. Todos os papéis que tive foram importantes porque foram versáteis, só que esta personagem está a marcar-me porque é uma vilã diferente. No início da novela era simplesmente revoltada, mas tornou-se uma psicopata.

Após uma personagem tão marcante, vê-se com um papel secundário?

Sim. A questão não é o protagonismo, é ter papéis bons, que nos dêem trabalho. Adorava fazer um papel cómico, como a Sheila [Débora Ghira] ou o João Ricardo [Armando Coutinho]. Se vier um papel secundário, até para descansar um bocado, é bem-vindo.

Há alguém com quem gostasse de trabalhar?

Com o Ruy de Carvalho, não tive o privilégio ainda, e com a Eunice [Muñoz] também. Neste momento tenho o privilégio de trabalhar com grandes actores, como a Margarida Carpinteiro, o Pompeu José e a Lia Gama, que são fantásticos.

‘Laços de Sangue' é o grande investimento da SIC na ficção. Acredita na conquista do horário nobre à TVI?

Tudo é possível. E havendo concorrência é óptimo, tanto para a TVI como para os outros canais. Para os actores é uma mais-valia. Pode haver mais trabalho. Estamos no caminho certo.

Já foi sondada para participar em algum novo projecto da SIC?

Ainda não. Querem que me dedique única e exclusivamente a esta personagem. Tenho contrato de exclusividade, por isso tenho de fazer alguma coisa daqui para a frente.

E teatro ou cinema?

Neste momento não é possível. É a minha primeira grande personagem, quero dedicar-me a 100% e não ia ser bom fazer duas coisas ao mesmo tempo. Mas depois estou livre para fazer teatro, cinema, o que for.

É um sonho trabalhar noutro país, como Brasil ou EUA?

Sim, claro que sim. Se me fizerem o convite, vou de braços abertos.

Já foi convidada?

Não. Sei que já há muitas coisas na comunicação a dizer que vou fazer uma novela lá, mas ainda não foi nada falado.

PERFIL

Joana Santos tem 25 anos e é natural de Loures. Começou como modelo, aos 13 anos, e no currículo conta com participações em ‘Ilha dos Amores' e ‘Fala-me de Amor', na TVI. Em 2007 chegou à SIC, em ‘Rebelde Way' e protagoniza agora ‘Laços de Sangue'. Reservada quanto à vida pessoal, mantém uma relação há dois anos, mas o casamento e a maternidade "fazem parte dos planos, mas a longo prazo", revela.

FICOU PARA SER PROTAGONISTA

"Aceitei fazer o contrato de exclusividade com a maior alegria", revela Joana Santos, que garante não ter sido convidada para mudar de estação. "Fiquei na SIC porque me deram a oportunidade de ser a protagonista e vejo que a SIC está a crescer muito em termos de ficção nacional", explica. A jovem actriz diz que "há uma energia muito boa, uma comunhão" quando contracena com Margarida Carpinteiro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:24



Mais sobre mim

foto do autor



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Maio 2011

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031




Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2008
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2007
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D